Drama, Brasil/Argentina, 2011, 111’

O começo do século XX foi marcado por diversos descobrimentos, invenções e teorias que guiaram o caminhar da sociedade ocidental. Entre as invenções mais significativas, o gramofone foi fundamental para o florescimento da indústria fonográfica e musical no mundo inteiro. A CASA ELÉTRICA resgata personagens e fatos fundamentais da história da música do Cone Sul e do Brasil. A primeira fábrica de gramofones da América Latina foi a CASA A ELECTRICA, empresa do imigrante italiano Savério Leonetti, fundada em Porto Alegre em 1913. Com ela nasceu também o selo DISCO GAÚCHO, pioneiro na gravação de músicas gaúchas, brasileiras e internacionais. Partindo de um fato inusitado que foi a gravação em vinil do primeiro tango e do que pode ser considerado o primeiro samba prensados em disco na América Latina, o filme resgata a história de Savério Leonetti, ficcionada para criar um ambiente narrativo onde os fatos históricos são ilustração para uma conflituosa história de amor e consolidação das ambições de um imigrante. Transitando entre Porto Alegre e Buenos Aires pelos caminhos da música, da busca amorosa e do pioneirismo, o filme narra uma trajetória de conquistas, sonhos e perdas, onde o embrião da cultura da América do Sul nasce das mãos de um italiano, porto-alegrense por casualidade, portenho por opção e profundamente apaixonado pela música.

Premiado no 7º Festival CineMúsica de Conservatória (RJ) – 2013

Direção Roteiro: Gustavo Fogaça
Montagem: Luca Alverdi
Fotografia: Alexandre Berra
Elenco: Nicola Siri, Jean Pierre Noher, Carmela Paglioli, André di Mauro e Juan Arena



Drama, Coréia do Sul, 2013, 90’

Ela está cansada da vida ou do amor? Haewon, uma estudante, se sente abandonada: sua mãe está prestes a se mudar para o Canadá e ela decidiu terminar seu caso com um de seus professores, um homem casado. Não só seus colegas descobriram o caso como seu amante se recusa a aceitar que o relacionamento acabou. Confusa, Haewon se volta para sua concha. Outros homens cruzam seu caminho, o que eventualmente a leva a uma antiga fortaleza nas montanhas acima de Seul. Do mestre coreano Hong Sang-soo (Hahaha, A visitante francesa).

Prêmio : Competição oficial de Berlim 2013

Direção: Hong Sang-soo
Montagem: Hahm Sung-Won e Son Yeon-Ji
Fotografia: Kim Hyng-Koo e Park Hong-Yeol
Elenco: Jeong Eun-Chae, Seon-gyun Lee, Joon-sang Yoo



Drama Romântico, Brasil/Argentina, 2012, 100’


Quando não se tem mais nada, pode não ser o fim, mas o recomeço. Argentina. Um velho posto de gasolina perdido na imensidão da antiga estrada transcontinental é o refúgio do introspectivo Leon (César Troncoso). De poucas palavras, poucos gestos e nenhum amigo, sua solidão só é quebrada por um ou outro caminhoneiro eventual que passa por ali para abastecer. Ou pelas visitas sempre bem humoradas do sarcástico Silas (Nelson Diniz), um motociclista com ares de hippie aposentado.

O tempo passa devagar nas margens da velha estrada. Até o dia em que a enigmática e inesperada chegada de Ana (Fernanda Moro) transforma radicalmente o cotidiano de Leon e Silas. Aos pés da imponente Cordilheira dos Andes, segredos que pareciam estar bem enterrados vêm à tona, reabrindo antigas feridas e mudando para sempre a vida dos protagonistas.

Melhor filme na categoria Longas-metragens e melhor atriz para Fernanda Moro na 7ª edição do BRAFFTV Ð Festival de Cinema Brasileiro em Toronto.

Direção e Roteiro: Paulo Nascimento
Montagem: Marcio Papel
Fotografia: Alexandre Berra
Elenco: César Troncoso, Fernanda Moro, Nélson Diniz, Alejandro Fiore, Marcos Verza




Drama/Romance, França, 2013, 179’

Adèle (Adèle Exarchopoulos) é uma garota de 15 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma (Léa Seydoux), sua primeira paixão por outra mulher. Sem poder revelar a ninguém seus desejos, ela se entrega por completo a este amor secreto, enquanto trava uma guerra com sua família e com a moral vigente.

Prêmio: Palma de Ouro no Festival de Cannes 2013

Direção Roteiro: Abdellatif Kechiche
Montagem: Sophie Brunet Ghalia Lacroix, Albertine Lastera, Jean-Maria Lengelle, Camille Toubkis
Fotografia: Sofian El Fani
Elenco: Léa Seydoux, Adèle Exarchopoulos, Jérémie Laheurte




Drama, França, 2010, 82’

Prudência tem 17 anos e perdeu a mãe há poucos dias. Deixada à sua sorte, sozinha no apartamento da família, ela encontra Maryline, rebelde da escola que lhe faz descobrir o circuito selvagem de Rungis, onde giram perigosamente grandes cilindradas e pequenas motocicletas envenenadas. Fascinada pela turma do circuito, Prudência tenta conquistar um lugar, tentando pensar que sua solidão é la liberdade.

Louis Delluc de Melhor primeiro filme
Semana da Crítica - Festival de Cannes 2010.
César 2011 - Indicação de Léa Seydoux à melhor jovem atriz.

Direção: Rebecca Zlotowski
Roteiro: Rebecca Zlotowski e Marcia Romano
Montagem: Julien Lacheray
Fotografia: Georges Lechaptois
Elenco: Anaïs Demoustier, Léa Seydoux.



Documentário, Brasil, 2013, 90’

Documentário sobre a trajetória do grande intérprete brasileiro, Cauby Peixoto. Passa por diversas fases e inúmeras situações como a mudança de visual em consequência do encontro com Ney Matogrosso, tornando-se um personagem extravagante e um artista cultuado por várias gerações.

Direção Roteiro: Nelson Hoineff
Montagem: Rodrigo Di Santo
Fotografia: Raphael Boccanera
Elenco: Cauby Peixoto, Agnaldo Rayol, Maria Bethânia, Ângela Maria.




Drama, Romênia, 2012, 112’

Quem ama protege? Qual o limite para o amor de uma mãe? Cornelia, uma mulher de família rica, dedica-se a salvar da prisão seu filho que se envolve em um grave acidente. Além de mostrar a dedicação obsessiva da mãe, o filme verifica o comportamento de uma nova classe social que surgiu no pós-Cortina de Ferro.

Urso de Ouro e do Prêmio da Crítica no Festival de Berlim 2013

Direção: Calin Peter Netzer
Roteiro: Razvan Radulescu e Calin Peter Netzer
Elenco: Luminita Gheorghiu, Bogdan Dumitrache, Natasa Raab
Distribuição: Imovision



Drama, Irã, 2013, 106’

Os dois são fugitivos: um homem com seu cachorro que a lei islâmica proíbe por considerá-lo sujo e uma moça que participou de uma festa clandestina às margens do Mar Cáspio. Eles se escondem em uma casa de campo isolada, janelas cobertas por cortinas, e se observam com suspeita. Por que ele raspou a cabeça? Como ela sabe que ele está sendo perseguido pela polícia? Ambos são prisioneiros nessa casa fechada num lugar hostil. Vozes de policiais podem ser ouvidas à distância, mas também o som tranquilizante do mar. De repente, o diretor entra em cena e as cortinas se abrem. Instaura-se uma situação absurda: dois personagens de um roteiro, ambos à procura de seu diretor e observando-o.

Prêmio : Urso de Prata no Festival de Berlim 2013

Direção: Jafar Panahi e Kambozia Partovi
Roteiro: Jafar Panahi Montagem: Jafar Panahi
Fotografia: Mohamad Reza Jahanpanah
Elenco: Abolghasem Sobhani, Azadeh Torabi, Hadi Saeedi, Jafar Panahi, Kambuzia Partovi, Mahyar Jafaripour, Maryam Moqadam, Zeynab Kanoum



Drama, Colômbia, 2012, 85’

Pablo, um senhor de 70 anos, perdeu a esposa há cerca de 20 anos, durante uma explosão em Bogotá, e quase não sai mais de casa. Seu filho, Felipe, acaba de ter um bebê e sofre para cuidar da sua relação com a esposa. A vida dessa família vai ser afetada pela aproximação do fim do mundo, que segundo o calendário Maia ocorreria em dezembro de 2012.

Prêmio de melhor filme colombiano no Festival de Bogotá 2013.

Direção Roteiro: Maurício Cuervo
Montagem: Mauricio Cuervo, María Cristina Pérez
Fotografia: Pedro Pablo Vega
Elenco: Victor Hugo Morant, Jimmy Vásquez e Claudio Aguirre.



Drama, Itália, 2012, 103’

Lorenzo (Jacopo Olmo Antinori) tem 14 anos e elaborou um plano para que possa passar as férias de verão sozinho no porão do seu prédio. Ele planejou tudo: onde vai dormir, o que fazer e já há algum tempo está estocando comida no local. A ideia é que sua mãe pense que ele está numa viagem de colégio, de forma que não o aborreça durante este período. O que ele não contava era que sua meia-irmã Olivia (Tea Falco) surgisse de repente, acabando com a paz do garoto. Viciada em drogas e buscando um lugar para ter um pouco de paz, Olivia acaba chantageando Lorenzo para que fique com ele no porão.

O Filme recebeu três indicações ao Prêmio David di Donatello 2013.
Festival de Cannes 2012

Direção: Bernardo Bertolucci
Roteiro: Umberto Contarello e Francesca Marciano
Montagem: Jacopo Quadri
Fotografia: Fabio Cianchetti
Elenco: Jacopo Olmo Antinori, Tea Falco, Sonia Bergamasco e Pippo Delbono



Drama/Romance, França/Áustria, 2013, 94'

Gary é jovem, ágil e aprende rápido. Depois de uma série de trabalhos marginais, consegue emprego em uma usina nuclear. Entre os reatores e altas doses de radioatividade encontra: dinheiro, amigos, uma família e Karole, esposa de Toni, por quem se apaixona. O amor proibido e a radiação lentamente o contaminam. Cada dia revela-se uma ameaça.

Prêmio : Seleção Oficial - Un Certain Regard - Festival de Cannes 2013

Direção: Rebecca Zlotowski
Roteiro: Rebecca Zlotowski e Gaëlle Macé
Montagem: Julien Lacheray
Fotografia: George Lechaptois
Elenco: Tahar Rahim, Léa Seydoux e Olivier Gourmet



Documentário, Brasil, 2013, 105’

A vida e a obra de Amácio Mazzaropi. Tido como o maior cômico do cinema brasileiro, ele foi o único artista que conseguiu ficar milionário fazendo cinema no Brasil, e transformou em realidade o sonho da indústria cinematográfica nacional com produções populares que foram fenômeno de público por mais de três décadas.

Direção Roteiro: Celso Sabadin
Montagem: Guga Pera, Merina Franzoline, Thata Zanoni, Paulo Duarte, Paulo Domingues
Fotografia: Duda Catenacci, Eraldo Menezes, David Barkan
Elenco: Hebe Camargo, Davi Cardoso, Pio Zamunner, Carlos Massa (Ratinho), Marly Marley



Drama/Ação, Hong Kong, 2013, 120’

A história verídica de Ip Man, o mestre de artes marciais que ficou conhecido no Ocidente por ter sido o mentor de Bruce Lee. No fim dos anos 30, no sul da China, ele derrota o grande e respeitado mestre Gong Yutian. A linda Gong Er, filha de Yutian, jura vingar a honra de seu pai e desafia Ip para uma luta. Tudo muda quando a Segunda Guerra Mundial se intensifica e Ma San, o melhor pupilo de Gong Yutian, escolhe o lado inimigo.

Direção: Wong Kar-Wai
Roteiro: Wong Kar-Wai, Jingzhi Zou, Haofeng Xu
Montagem: William Chang
Fotografia: Philippe Le Sourd
Elenco: Tony Leung Chiu Wai, Zhang Ziyi e Chang Chen

Curiosidade:
Nasceu em Shanghai, mas imigrou para Hong Kong aos 5 anos;
Foi o 1º chinês a ganhar o prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes;
Foi o Presidente do Júri no Festival de Cannes de 2006.



Documentário, Brasil, 2011, 88’

Durante mais de meio século Durvinha e Moreno esconderam sua verdadeira identidade até dos próprios filhos, que cresceram acreditando que os pais se chamavam Jovina Maria da Conceição e José Antonio Souto, nomes falsos sob os quais haviam reconstruído suas vidas. Durvinha e Moreno fizeram parte do bando de Lampião, o mais controverso líder do cangaço. A verdade só é revelada quando Moreno, então com 95 anos, resolveu dividir com os filhos o peso das lembranças e reencontrar parentes vivos, entre eles seu primeiro filho.

Direção Roteiro: Wolney Oliveira 
Montagem: Mair Tavares e Daniel Garcia
Fotografia: Eusélio Gadelha




Drama, Alemanha, 2012, 91’

Kathi é uma jovem que vive em Berlim e quer ser atriz. No entando, sua maneira calma de ser não a ajuda com a carreira. Ela é o oposto de sua controladora mãe Chris, uma mulher bem sucedida, que tenta minar as tentativas de Kathi de independência. Quando Kathi perde seu filho de 4 anos de idade, por um curto tempo, Chris aproveita o momento e leva o menino para longe da mãe, fazendo Kathi finalmente conseguir confrontá-la.

Vencedor do prêmio de Novo Talento do Cinema Alemão como Direção e como Produção no Festival de Munich 2012
Vencedor do prêmio do público do Festival Primeiros Passos 2012

Direção Roteiro: Hanna Doose
Montagem: André Nier
Fotografia: Markus Zucker
Elenco: Susanne Lothar, Stephanie Stremler, Michael Kind, Florian Loycke




Comédia Dramática, França/Bélgica/Luxemburgo 2012, 90’

Jean-Christophe (François Damiens) é guarda penitenciário e se encanta com uma mulher (Anne Paulicevich) que conhece na aula semanal de tango. Eles se reencontram quando ela vai visitar o marido, preso onde JC trabalha, e o guarda acaba envolvido na complicada vida amorosa da mulher.

Prêmio do Júri - seção Horizontes no Festival de Veneza
Grande Prêmio da Cidade de Varsóvia no Festival Internacional de Cinema 2013.

Direção: Frédéric Fonteyne
Roteiro: Anne Paulicevich e Philippe Blasband
Montagem: Ewin Ryckaert
Fotografia: Virginie Saint-Martin
Elenco: François Damiens , Anne Paulicevich , Sergi López , Jan Hammenecker e Corentin Lobet.



Drama, Reino Unido, 2012, 94’

Um dia, Ian (John Simm) é preso por razões desconhecidas, e condenado a passar cinco anos na prisão. Durante este período, sua esposa, Karen (Shirley Henderson) cuida sozinha dos filhos pequenos, enquanto faz visitas regulares ao marido. Cansada, ela passa a brigar com sua tia por causa desta situação, e começa a dormir com Eddie, um colega no mesmo bar onde ela trabalha. Quando a pena de Ian está quase no fim, ele ganha a oportunidade de passar um dia com sua família. Neste momento, todos descobrem que ele é acusado de tráfico de drogas, e uma grande crise toma conta das relações entre eles.

Direção: Michael Winterbottom
Roteiro: Michael Winterbottom e Laurence Coriat
Montagem: Mags Arnold, Paul Monaghan
Fotografia: Sean Bobbitt, James Clarke, Annemarie Lean-Vercoe, Simon Tindall, Marcel Zyskind
Elenco: John Simm, Shirley Henderson, Laurence Richardson



Terror, Eua, 2011, 88’

Um escritor de romances de bruxaria enfrenta uma má fase em sua carreira. Ele parte pelos Estados Unidos para divulgar seu último livro. Em uma pequena cidade, o xerife local conta a história do assassinato de uma pequena garota, e nesta mesma noite o escritor sonha com o fantasma de uma adolescente, chamada V. Ele suspeita que exista uma relação entre V e a menina assassinada, e começa a pensar que este poderia ser um ótimo tema para um novo livro. Para escrevê-lo, no entanto, ele precisará investigar a fundo esta história, descobrindo relações inesperadas com sua história pessoal.

Direção Roteiro: Francis Ford Coppola
Montagem: Kevin Bailey, Glen Scantlebury, Robert Schafer
Fotografia: Mihai Malaimare Jr.
Elenco: Val Kilmer, Bruce Dern, Elle Fanning



Drama Policial, Itália / França, 2013, 103’

Assassino profissional da máfia siciliana, Salvo é um homem solitário, frio e implacável. Ele invade uma casa para executar um assassinato encomendado. É quando conhece Rita, uma menina cega que presencia impotente o assassinato de seu irmão. Salvo tenta fechar seus olhos perturbadores que, fixos nele, não conseguem vê-lo. Mas algo impossível acontece: Rita vê pela primeira vez. Salvo decide então deixá-la viver. Agora, assombrados pelos mundos a que pertencem, eles estão ligados para sempre.

Grande prêmio e troféu revelação na Semana da Crítica do Festival de Cannes 2013.

Direção e Roteiro: Fabio Grassadonia, Antonio Piazza
Elenco: Saleh Bakri, Sarra Serraiocco, Luigi Lo Cascio, Mario Pupella, Giuditta Perriera
Distribuição: H2O Filmes



Drama, Argentina/França/Espanha/Noruega, 2013, 93’

Patagónia, 1960. Um físico alemão encontra uma família argentina na longa estrada que vai até Bariloche onde Eva, Enzo e os três filhos vão abrir uma casa de hóspedes nas margens do lago Nahuel Huapi. Essa família modelo reanima a obsessão do físico pela pureza e perfeição, em particular Lilith, uma menina de 12 anos muito pequena para a sua idade. Sem conhecer a sua verdadeira identidade, a família aceita-o como primeiro cliente. Pouco a pouco são seduzidos pelo carisma desse homen, a elegância dos seus gestos, os seus conhecimentos e o seu dinheiro até se aperceberem que estão a viver com um dos maiores criminosos de todos os tempos.

Wakolda é o filme argentino que irá concorrer ao Oscar na categoria Melhor Filme Estrangeiro 2014.

Direção Roteiro: Lucía Puenzo
Montagem: Hugo Primero
Fotografia: Nicolás Puenzo
Elenco: Álex Brendemühl, Florencia Bado, Diego Peretti